09set
Em: 09/09/2018
Programa criado por Christino ajudou as Regiões se consolidarem como as principais na produção de citros do Estado do Rio e garantiu também a eliminação de doenças que atrapalhavam o crescimento do setor.
A produção de citros voltou a ser um grande negócio para o Estado do Rio de Janeiro. Cidades como Araruama, Rio Bonito e Silva Jardim estão na vanguarda da produção, graças ao incentivo de programas criados pelo Christino quando estava à frente da secretaria de Agricultura.
Araruama é a campeã da produção de laranja, limão e tangerinas no Estado do Rio de janeiro. Parte por conta do clima, já que os citros gostam do clima tropical e o solo da zona rural da cidade é propício para a cultura.
Em 2017 foram registrados 144 produtores, que colheram cerca de 18 mil toneladas de citros no ano, cerca de 80% da produção está nessas duas Regiões.  A expectativa é ainda maior para 2018.

Recuperação do setor de produção de citros

A produção é tradicional na cidade, com o auge nos anos 1980. Mas nos anos 1990 a produção caiu por causa de problemas com pragas. Muitos produtores deixaram de investir na produção de citros porque não conseguiam lutar contra elas.
Com o trabalho do Christino na secretaria de Agricultura os investimentos voltaram, principalmente com os projetos que ofereciam financiamentos com juros baixos para incentivar a produção, alavancando o setor.

Estado livre do cancro cítrico

Uma das pragas que mais assolaram os produtores do Estado do Rio era o Cancro Cítrico.
Mas, graças ao trabalho de Christino à frente da Agricultura, este ano o Ministério da Agricultura reconheceu o Estado do Rio de Janeiro como “área com praga ausente para o cancro cítrico”. A doença limita a produção dos pomares e está presente em áreas de citricultura de estados vizinhos como São Paulo e Minas Gerais. Por força de legislação, os produtores eram impedidos de vender suas frutas para outros estados do Brasil, e até pra exportação.
Com o reconhecimento do Ministério da Agricultura, os produtores podem comemorar a possibilidade de aumentar seus pomares e agregar valor aos frutos.