03ago
Em: 03/08/2018

As fábricas da Peugeot Citroën (Groupe PSA), em Porto Real, e Nissan, em Resende anunciaram nesta semana iniciativas que vão gerar mais empregos para o setor automotivo no Sul Fluminense. Nesta terça-feira (31), um novo lançamento industrial e o anúncio de expansão da capacidade de produção das montadoras demonstram o vigor do segmento. Para o deputado Christino Áureo, que esteve a frente da pasta do Desenvolvimento Econômico até abril deste ano, essa é mais prova da retomada da economia fluminense.

– Lutamos muito para manter os incentivos para o segmento, porque representam mais empregos e aquecimento da economia da região. Investimentos das montadoras refletem em toda a cadeia produtiva, e o mais importante, temos sempre que pensar em ampliar a nossa oferta de vagas de trabalho – afirmou.

Com investimento estimado em quase R$ 5 bilhões, o setor automotivo no sul fluminense, gera mais de 6 mil empregos diretos e ajuda a aumentar a arrecadação de impostos na região. Só em 2017 as cidades de Porto Real e Resende, sede das montadoras instaladas no Estado, arrecadaram mais de R$ 470 milhões.

De acordo com matéria publicada em O Globo, a Nissan vai investir US$ 40 milhões na fábrica de Resende, no Sul Fluminense, para ampliar a capacidade de produção de 160 mil veículos para 200 mil unidades. A empresa também avalia a introdução de um terceiro turno. Atualmente, há 2.400 funcionários, que se revezam em dois turnos.

“É uma espécie de adiantamento (os US$ 40 milhões) que conseguimos, para estarmos preparados para o crescimento do mercado no futuro”, disse Silva, em Córdoba, após inauguração de uma nova linha de produção de picapes na unidade argentina.