05dez
Em: 05/12/2019

Em reunião nesta quinta-feira (5), deputado, que preside a frente, avaliou 2019 e planejou o ano que vem, que terá eleição da nova diretoria

Presidida pelo deputado federal Christino Áureo (PP/RJ), a Frente Parlamentar para o Desenvolvimento Sustentável do Petróleo e Energias Renováveis (FREPER) se reuniu nesta quinta-feira (5), na Câmara Federal, em Brasília, para uma avaliação do ano e, também, para convocar a eleição para a nova diretoria, no início de 2020.

– Foi uma reunião que buscou planejar e estruturar o exercício 2020. Para o ano que vem, é fundamental que essa organicidade e esse funcionamento estejam absolutamente implementados: o nível de governança, a transparência nas relações entre as entidades e os parlamentares que compõem o grupo, tanto aqui quanto no Senado, porque ela é mista. Nós vamos, a partir do início do ano, fazer com que possamos evoluir rapidamente – explica Christino Áureo.

Compuseram a mesa os deputados Domingos Sávio (PSDB/MG), Coronel Chrisóstomo (PSL/RO), Paulo Ganime (NOVO/RJ), além de Ângela Amin (PP/SC). Também estiveram na reunião a presidente do Instituto Brasileiro do Petróleo (IBP), Clarissa Lins, Marisa Barros, da Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia, representante da Casa Civil (Luiz Fernando Botelho de Carvalho) e de entidades do setor, como Abel Leitão, da Associação das Distribuidoras de Combustíveis (BRASILCOM).

– Quando estabelecemos lá no início a denominação da Frente, queríamos deixar muito claro de que não se tratava de algo para discutir apenas um único segmento. O setor de óleo e gás se reconhece e se coloca como segmento de energia, que vai liderar essa transição energética ao longo dos próximos anos – afirma o deputado.

Christino Áureo ressalta que, antes da eleição que definirá a diretoria da FREPER, possibilitará que todos os parlamentares que estiveram de acordo com a criação da associação tomem conhecimento dos passos que ela tem dado.

– Na primeira reunião que tivermos em 2020, a ideia é que façamos, efetivamente, a eleição da diretoria, é o nosso primeiro compromisso. Faremos chegar a todos os deputados que subscreveram a Frente a possibilidade não só de tomar conhecimento mais amplo do estatuto, de tudo que construímos previamente e que já foi apresentado, mas também dos princípios norteadores. O deputado que aderir de maneira mais específica conhecerá esses limites – pontua.

Organograma

Na reunião, foi detalhado o organograma. Presidida por Christino Áureo, a FREPER contará com um Comitê de Coordenação, composto por representantes de entidades apoiadoras, acumulando conhecimento técnico, específico. Também haverá a Secretaria de Apoio, uma secretaria executiva, de dedicação mais cotidiana, em que um membro assumirá o papel de dar o trâmite permanente. Existirão as vice-presidências regionais, com representação nas macrorregiões estabelecidas

Para o Conselho Consultivo, serão convidados representantes do Ministério de Minas e Energia. A ideia é que a Casa Civil também esteja presente. Haverá, ainda, diretoria de exploração e produção de petróleo, de gás natural, de refino e logística de combustíveis, de distribuição, especificamente, e diretoria de segurança, meio ambiente e sustentabilidade e diretoria de assuntos tributários.

– Vamos tocar o nosso trabalho com muito entusiasmo e muita força – conclui Christino Áureo.