11Maio
Em: 11/05/2020

Modelo de protetor facial será doado para hospitais e clínicas

A solidariedade tem se multiplicado durante a pandemia de Covid-19. Diariamente temos notícias de pessoas e instituições que tem doado seu tempo e recursos por uma causa nobre: salvar vidas.

O projeto FaceShield, no município de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio é um exemplo de solidariedade. Sem fins lucrativos, o projeto foi criado por professores da Universidade Estadual do Rio (Uerj) e da Universidade Federal Fluminense (UFF) para produzir protetores faciais que serão doados para instituições de saúde (hospitais, clínicas médicas e odontológicas) suprindo a carência de Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs) nessa área.

Projeto

O projeto conta com o apoio da Empresa Persona 3D, a colaboração do Senai Nova Friburgo, que faz o corte a laser dos visores (PET), do Grupo STAM, que produz as viseiras por processo de injeção e de outros parceiros, que produzem e doam o elástico. Com a parceria, a capacidade de produção aumentou de 200 para três mil máscaras por dia.

Parceria

O esforço e a solução criativa dessa parceria para enfrentar o coronavírus em Nova Friburgo foram elogiados pelo deputado Christino Áureo (PP-RJ).

– O uso da tecnologia a favor da saúde pública tem avançado, trazendo melhorias para profissionais, pacientes e para a gestão das instituições. No projeto FaceShield de Nova Friburgo, a tecnologia é usada para proteger os profissionais de saúde que estão na linha de frente contra a Covid-19, e evitar a disseminação da doença. Uma bela iniciativa que deve ser seguida por outros municípios fluminenses- afirmou.

Produção e inovação

Christino lembrou, no entanto, que as janelas de oportunidades na Uerj são grandes, com ampla infraestrutura em pesquisa, laboratórios, convênios técnico-científicos e que o país precisa avançar no sistema produtivo e da inovação em saúde para garantir o acesso de medicamentos e equipamentos de saúde a todos os brasileiros.