07jun
Em: 07/06/2019

O deputado Christino Áureo participou nesta quinta-feira (06) de audiência no Instituto Chico Mendes para falar sobre a liberação do licenciamento ambiental para o término da obra de duplicação da BR-101, no trecho entre os quilômetros 144 e 190, que abriga a Reserva Biológica União. Na ocasião recebeu o compromisso do presidente da instituição,  coronel Homero Cerqueira, de que o licenciamento seria liberado nos próximos meses e assim as obras poderão ser iniciadas.

– Este trecho,  vem sofrendo entraves para permitir o início das obras, mas esclarecemos ao coronel sobre a necessidade imediata da obra. Por ser um trecho muito sinuoso, muitos acidentes até mesmo fatais vêm ocorrendo. Além disso, a obra é muito necessária para o desenvolvimento econômico da Região. Hoje,  obtivemos o compromisso de que até julho será liberado autorização para o seu licenciamento ambiental do trecho entre o quilometro 144, em Macaé e 177. Ficará faltando o trecho entre o 177 e 190, que abriga a ReBio União, que deverá ser liberado nos próximos três meses. Quem acompanha o meu trabalho sabe que desde de 2010 venho lutando pela duplicação desta rodovia fundamental para o desenvolvimento do Norte Fluminense. E não vamos descansar até que esta rodovia esteja totalmente duplicada. O deputado federal Wladimir Garotinho esteve presente na audiência,  e contamos ainda com o apoio de diversos deputados da bancada fluminense – afirmou Christino Áureo.

Christino lembrou que sua luta pela obra vem desde de 2010, quando conseguiu que o licenciamento ambiental da obra fosse dividida em trechos.

– Se não tivéssemos obtido essa vitória na época estaríamos até hoje esperando o inicio da duplicação da BR-101. Temos que ressaltar que além de ser fundamental para oferecer segurança na trafegabilidade da rodovia, que já foi chamada de Rodovia da Morte, ela é fundamental para o desenvolvimento econômico do Estado. Até o final do ano a região receberá muitos investimentos com a nova rodada de Leilão de exploração de petróleo, que acontecerá em outubro,  e muitos outros no segmento de óleo e gás. A falta de infraestrutura viária é um verdadeiro entrave para esse desenvolvimento – acrescentou o deputado.

Nos últimos anos, Christino Áureo vem lutando incessantemente para o término da obra, atuando em diversas frentes , seja como junto a empresa concessionária, a Agencia Nacional de Transportes Terrestre e junto aos órgãos ambientais. Esse trecho seria a última parte necessária para a conclusão da obra.