28ago
Em: 28/08/2019

O deputado destacou que a Casa está mobilizada para realocar recursos para a pesquisa

A Comissão de Finanças e Tributação realizou nesta quarta-feira (28) audiência com o Ministro da Educação, Abraham Weintraub. Entre outras pautas, o deputado federal Christino Áureo solicitou ao Ministro empenho para a regularização da situação do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que de acordo com a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, não terá recursos para pagar 84 mil bolsas de pequisas vigente no país e no exterior.

– As restrições às bolsas do CNPQ e ao trabalho de natureza cientifica é algo muito urgente, nós precisamos que o MEC reconheça que este assunto não pode prosseguir desta forma. O CNPQ é fundamental para o nosso país. O virus da Zika pode ser controlado graças as pesquisas científicas, assim como a exploração do pré-sal e o crescimento da agropecuária no país só foi possível por ter investimentos nesse sentido. Restringir o orçamento nesta área não pode ocorrer. Fizemos ver ao Ministro que a Câmara está a disposição para realocar os recursos necessários para solucionar esta questão. O que for preciso fazer para que o orçamento para pesquisa seja cumprido, nós vamos fazer e nós vamos cobrar – afirmou Christino Áureo.

Para Christino Áureo, as universidades brasileiras que são vinculadas ao MEC contarão com grande perda de talentos caso a situação não seja resolvida. Com décadas de avanços e importantes resultados nos mais diversos campos da atividade econômica, o CNPQ, que é vinculado ao Ministério da Ciencia e Tecnologia, atravessa um déficit de 330 milhões no orçamento para 2019, mais 100 entidades científicas e acadêmicas brasileiras se uniram na mobilização #somostodosCNPq.